SOBRE FLORES - PEDRO CARVALHO

Minhas armas são flores;
já nascem para morrer.
Cor - pólen.
Cor - fogem.

Postagens mais visitadas deste blog

MAIAKÓVSKI – O POETA DA REVOLUÇÃO