Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

O AMOR SEGUNDO O POETA CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

Imagem
O amor segundo Drummond
Entre uma vasta produção literária, os poemas de Drummond mostram sua forma peculiar de ver o mundo. Inclusive, o amor. 

Drummond escreveu que não seria o cantor de uma mulher. E não o foi. Também escreveu que não cantaria amores que não tinha e que, quando teve, nunca os celebrou. Em verdade, teve dois grandes amores. Duas mulheres distintas: sua esposa, Dolores Dutra de Morais, e sua filha, Maria Julieta Drummond de Andrade, falecida doze dias antes de seu próprio falecimento, em agosto de 1987, que, no entanto, nunca lhe mereceram os maiores laivos de poesia. Nem elas, nem seus "affaires". Que os teve. O amor de Drummond - o amor maravilhoso - era também frustrado e incompleto, falho, humilhante. “Sarai-me, Senhor, e não desta lepra,/ do amor que eu tenho e que ninguém me tem”, escreveu num poema dedicado a Milton Campos, intitulado “Romaria” (do livro “Alguma poesia”, de 1930). De coração muito pequeno, “estúpido, ridículo e frágil”, o poeta concebi…

"TEM UMA VERDADE QUE SE CARECE DE APRENDER..." - GUIMARÃES ROSA

Imagem

PERDEMOS O MELHOR POR DELICADEZA - SÍLVIA MARQUES

Imagem
Perdemos o melhor por delicadezaNão aconselho ninguém a sair por aí fazendo grosserias e dizendo verdades idiotas que nada acrescentam, como por exemplo, “ Desculpa amiga , mas acho a fulana mais atraente do que vc. Vc ficou triste?” Só para esclarecer: a fulana mais atraente em questão é uma antiga paixão do seu namorado ou uma colega de trabalho que queimou o seu filme com o chefe.
Acredito que temos o dever moral de sermos gentis com as pessoas , principalmente quando elas estão em nossa casa. Ser desatencioso com uma visita pelo simples fato de o papo da pessoa em questão não agradar, não me parece espontaneidade. Parece-me grosseria mesmo. Temos o dever moral de oferecermos o nosso melhor para as pessoas, confortando-as quando preciso , independente de elas serem nossas amigas , colegas ou parentes. A empatia é um dos mais belos traços humanos. É o que nos torna realmente humanos.

Entrar em uma boa sintonia com as pessoas faz muito bem à saúde física e mental.
Por outro lado, deixar…